Cardápios do século 19

Compartilhe este texto:

ESPECIAL DESTAQUE 2
“Os Banquetes do Imperador” retrata história da gastronomia brasileira a partir de cardápios do século 19.

O livro “Os Banquetes do Imperador” ficou em 2º lugar no Prêmio Jabuti 2014 e recebeu o prêmio de melhor livro de história e gastronomia – Cookbook Gourmand Awards 2014.

Banquete ImperadorPara os curadores e autores do livro, “D. Pedro não era um governante de ostentação, ao contrário, mais parecido com um professor do que um gourmand, ele apreciava o belo, a pesquisa e ciência, sobretudo incentiva a cultural nacional” (…)

Os cardápios brasileiros incluem banquetes de Estado, inaugurações de estradas de ferro e eventos sociais no Rio de Janeiro, em São Paulo e em outros estados. Um deles é o “Menu Abolicionista”, que contém a primeira citação do “Churrasco do Rio Grande” de que se tem notícia. Outro é o famoso “Banquete da Ilha Fiscal”. O autor analisa os menus brasileiros e constata uma autêntica luta por reproduzir aqui o que já era sucesso na Europa, ainda que existissem tentativas de valorização de ingredientes locais. Nesta época foi editado “O Cozinheiro Nacional”, um livro que divulgava, nos jornais cariocas, uma cozinha livre das influências europeias.

Contraditoriamente, suas páginas demonstram a impossibilidade de uma culinária de fato brasileira, na época, seja pela técnica afrancesada utilizada pelos profissionais, seja pela dificuldade de uso dos ingredientes locais. Os menus são bastante parecidos e, no conjunto, representam um retrato fiel da gastronomia no século 19.

André Boccato iniciou sua carreira em jornais alternativos da década de 1970, como Opinião, Versus, Movimento e vários outros, até abrir sua primeira editora em 1980, especializada em poesia e arte. Ainda na década de 1980 foi diretor do MIS – Museu da Imagem e do Som de SP, e diretor das Oficinas Culturais Oswald de Andrade. Nos anos 90, foi professor de Fotojornalismo na PUC- SP e, na ECA-USP, de Editoração. Recentemente lecionou Antropologia da Alimentação na Universidade Estácio de Sá, em São Paulo. 

Livro: Os Banquetes Do Imperador: Menus Colecionados Por Dom Pedro II- Receitas e Historiografia da Gastronomia no Brasil do Século XIX.
Autores: Francisco Lellis e André Boccato
Editora: Senac São Paulo

Publicado por

Nastacia e Benta

Tia Nastácia com habilidades mágicas na cozinha, uma profunda conhecedora dos sabores e das tradições populares do Brasil , frita bolinhos de chuva, assa biscoitos, cozinha lentamente a geleia feita com as jabuticabas plantadas no quintal. Foi de suas mãos que surgiu a a irreverente, tagarela e espevitada boneca de macela Emília. Já D.Benta é uma mulher idosa, avó de Narizinho e Pedrinho. Dona do Sítio do Pica-Pau Amarelo, ela se diverte muito com os conflitos das tramas infantis. Muito sabida, sempre ensinando coisas novas aos netos e informando-os sobre a cultura do Brasil e do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *