Série Sopas: BAMBÁ DE COUVE, de Minas Gerais para o mundo.

Compartilhe este texto:

O bambá é um prato tipicamente mineiro.
Em Minas você o encontra com uma variação muito grande de temperos e recheios, deliciosa receita da culinária mineira, ótima dica de prato, ainda mais para os dias frios e o melhor de tudo, é uma refeição super criativa!
Muito fácil de preparar, é perfeito para quem quer provar algo delicioso, pode ser servido com um bom vinho, fica perfeita a combinação! Ideal para esquentar o corpo nas noites frias.

O “bambá-de-couve” cuja receita, muito rica, teve origem em Ouro Preto, além da lingüiça, requer costelinha, toucinho magro (defumado ou não), tudo previamente bem frito, podendo-se ou não adicionar o ovo ao mingau. E a couve tem de ser RASGADA. Couve picada no “bambá” é o sacrilégio dos sacrilégios!
Nascido na senzala, como muitos outros itens da culinária brasileira, em Ouro Preto o prato ganhou o nome “bambá-de-couve”, enriqueceu-se com carnes e caiu no gosto do mineiro. Há não muitos anos, só no distrito sede, a cidade de Ouro Preto, o prato era conhecido por esse nome; nos demais distritos, chamavam-no “mingau-de-couve”. Posteriormente, com a maior divulgação das coisas de Ouro Preto, a receita do “bambá-de-couve” transpôs fronteiras, dizem que chegou até a Europa.
Veja como é fácil, como preparar um delicioso bambá de couve para o inverno, mais conhecido como caldo verde mineiro.

bambá

Ingredientes

Para o bambá
250 g de fubá
500 g de costelinha em pedaços
5 folhas de couve rasgadas
1 litro de água
3 colheres (de sopa) de óleo
1 tablete de caldo de carne
Alho, sal e outros temperos ( pimenta preta, salsinha e cebolinha verde) a gosto
1 ovo
Fritar à parte 200 grs de linguiça em rodelas e 150 grs. de bacon picados. Reservar.

Modo de fazer o bambá

Lavar, rasgar e reservar a couve. Temperar a carne com alho e sal. Reservar.
Numa panela com o óleo, uma pitada de tempero e o caldo de carne, refogar a costelinha.
Quando estiver dourada, acrescentar água fervente e deixar por dez minutos, com a panela tampada.
Numa panela à parte, em fogo brando, misturar aos poucos o fubá com 400 ml de água e mexer, até engrossar.
Em seguida, adicionar o angu à costelinha. Deixar por mais 15 minutos, sempre mexendo com a colher de pau.
Adicionar o ovo bem batido ao caldo, provar o sal, colocar a salsinha e a cebolinha picadas.
Adicionar a couve crua para cozinhar no calor do caldo, já com o fogo desligado.
Coloque os bolinhos de ovo na sopa. (opcional)
Colocar por cima a linguiça e bacon fritos para decorar.

Para os bolinhos
3 ovos
2 colheres de sopa de farinha de trigo
100 g de queijo minas em fatias finas
½ maço de cheiro verde picado
óleo para fritura
sal a gosto
Modo de preparo

Modo de fazer os bolinhos

Bata os ovos.
Acrescente a cebola, a salsinha, a pimenta-do-reino, o queijo e o sal.
Vá adicionando a farinha aos poucos, até obter uma massa consistente.
Em uma frigideira, coloque óleo e deixe bem quente. Com a ajuda de duas colheres de sopa, pegue colheradas e faça bolinhas.
Frite no óleo quente e deixe escorrer no papel-toalha.
Depois, é só juntar ao bambá.

Publicado por

Nastacia e Benta

Tia Nastácia com habilidades mágicas na cozinha, uma profunda conhecedora dos sabores e das tradições populares do Brasil , frita bolinhos de chuva, assa biscoitos, cozinha lentamente a geleia feita com as jabuticabas plantadas no quintal. Foi de suas mãos que surgiu a a irreverente, tagarela e espevitada boneca de macela Emília. Já D.Benta é uma mulher idosa, avó de Narizinho e Pedrinho. Dona do Sítio do Pica-Pau Amarelo, ela se diverte muito com os conflitos das tramas infantis. Muito sabida, sempre ensinando coisas novas aos netos e informando-os sobre a cultura do Brasil e do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *